Minha História

Alex Mamed JordãoNo final dos anos 1980 conheci algo que mudaria minha vida, algo que na época apenas se ouvia falar mas que nunca tinha visto até então. Todo ano era a mesma historia, se eu conseguisse passar de ano na escola poderia escolher um presentão, mas papai e mamãe vinham com aquela pressão: “Você pode escolher um presentão ou um presentinho mais roupas!”. Putz! Qual criança trocaria um presentão por um presentinho e roupas? Eu andaria o resto da vida pelado só pra ganhar um presentão, mas sempre acabamos fazendo o que nossos pais pedem, e por mais um ano fiquei sem o presentão.

A minha sorte começou a mudar quando meu irmão nas férias de julho foi para o Paraguai, e com o pouquíssimo dinheiro comprou um ATARI 2600. Quando ligamos o aparelho em nossa TV, parecia que estávamos em outra dimensão, um mundo de fantasias em um pequeno apartamento. Foram dias e dias sem parar de jogar e dar risadas, sem cansar, e até conhecer novos amigos, pois na época nem todos tinha um vídeo game e quem tinha era o considerado o “menino mais legal da rua”, mesmo que a imagem do ATARI fosse em preto e branco. Meus irmãos, primos, amigos e eu nos divertimos muito, mesmo não tendo dinheiro para comprar os cartuchos caríssimos. Tudo o que tinha virou moeda de troca: carrinhos de ferro, falcons, comandos em ação, skate, são algumas das coisas que troquei por cartuchos, mas logo o ATARI se tornou mais popular e mais barato. Estava cada vez mais fascinado pelo universo dos vídeo games, então comecei a busca por outros modelos diferentes que estavam sendo lançados, mas não tinha dinheiro e muito menos algo tão legal que poderia ser trocado por um desses aparelhos tão sofisticados.

Meu pai estava trabalhando pacas e também ganhando um pouco mais, e num dia perguntou o que eu queria de natal, então disse que poderia ser qualquer coisa menos roupas, mentirinha, falei que queria um MASTER SYSTEM mas era caro demais mesmo para o meu pai, mas mesmo assim continuei com esperanças, então, no natal me trouxe o tão esperado “PRESENTÃO”, veio tudo, o MASTER SYSTEM, PISTOLA, ÓCULOS 3D. Até hoje lembro desse dia, foi um dos dias mais felizes da minha vida.

Certo dia, quando já estava todo feliz com meu MASTER SYSTEM, minha mãe me levou para comprar roupas na rua 25 de Março em São Paulo. Compramos as roupas e quando já estávamos indo embora minha mãe me surpreendeu com uma pergunta: ”Você não quer comprar um cartucho para o seu MASTER SYSTEM?”. Falei: “Mãe, você esta louca? É muito caro!”. Mesmo assim nos começamos a busca de um cartucho bem barato e por sorte encontrei o ALTERD BEAST, em uma semana o zerei, e naquela época não tinha memory card.

Logo foi passando a febre do MASTER SYSTEM e foram surgindo outros vídeo games, continuei fazendo trocas. Uma vez abri uma locadora, que acabou fechando e me restando vários aparelhos iguais, com isso troquei cada um por outro diferente e a partir de então começou a minha coleção. Por muito anos comprei consoles de amigos, classificados, internet e até de revista bem antigas, mas isso é uma outra historia, hoje tenho mais de 300 consoles diferentes, vários jogos e acessórios que vocês vão poder conferir aqui no meu site, agradeço por sua atenção e sejam bem vindos a LECOMANIA.